๐‚๐„๐‹๐„๐๐‘๐€๐๐ƒ๐Ž ๐Ž ๐Œ๐€๐’๐’๐€๐‚๐‘๐„

 Enquanto fazia o sinal da cruz, a famรญlia Imperial russa foi brutalmente fuzilada pelos revolucionรกrios bolcheviques, em 17 de julho de 1918. Entre os assassinados estavam o pequeno Alexei (14 anos), Anastรกsia (17 anos), Maria (19 anos), Tatiana (21 anos), Olga (22 anos), Alexandra (46 anos) e o Imperador Nicolau II (50 anos).


Mas apesar da violรชncia como a famรญlia Imperial foi fuzilada sem julgamento, e entre os assassinados um menino de 14 anos e uma menina de 17 anos, o jornal extremista Folha de Sรฃo Paulo publicou uma “matรฉria” da “jornalista" Barbara Gancia (63 anos) glorificando a chacina. A “reportagem" comeรงa celebrando o violento fuzilamento da famรญlia Imperial russa, e passa a impressรฃo de que o mesmo deveria ser feito com a famรญlia real britรขnica.

Se isso nรฃo for discurso de รณdio, entรฃo o que poderia ser?
ร‰ repugnante o verdadeiro discurso de รณdio e a pรญfia qualidade da imprensa brasileira, salvo rarรญssimas exceรงรตes.

Essa mesma imprensa afirma repudiar discurso de รณdio, mas, na realidade, รฉ exatamente o contrรกrio, pregam discurso de รณdio sem disfarรงar.
Esta imprensa que celebra fuzilamento de crianรงas รฉ a mesma imprensa que afirma defender a democracia.

Os sรฉculos passam, mas a mentalidade violenta dos revolucionรกrios continua a mesma.

A tal “jornalista" tambรฉm trabalha no programa Saia Justa da emissona GNT. Apresenta programas na BandNews e Bandsports. E jรก publicou textos no jornal Estado de Sรฃo Paulo e revista Isto ร‰.

Esta imprensa canalha nรฃo contribui em nada com a democracia!

Por Andrรฉ Monarquista

Nenhum comentรกrio

Tecnologia do Blogger.